Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese
Sondagem
Qual a sua área de modelismo preferida?
Militar aéreo
Militar terrestre
Militar naval
Civil aéreo
Civil terrestre
Civil naval
Ficção
Outro
Ver Resultados

Rating: 4.1/5 (3232 votos)

ONLINE
2




Partilhe esta Página



 

PARCERIA


Os administradores deste site aceitam propostas de parceria para análise.

 


AJUDE A MANTER ESTE PROJETO

Donativos


click here


Total de visitas: 410557
P&H - Supermarine Spitfire
P&H - Supermarine Spitfire

 

Supermarine Spitfire

 
- Avião de caça e reconhecimento - Reino Unido (1938) -

Resumo Histórico Especificações Versões & Variantes Principais Utilizadores Historial Galeria Videos Profiles Fontes
Descrição Gerais
                   

  Supermarine Spitfire  

Link original: By The original uploader was Bryan Fury75 at French Wikipedia. [GFDL or CC-BY-SA-3.0], via Wikimedia Commons

 

RESUMO HISTÓRICO


O Supermarine Spitfire foi um avião monomotor de caça, desenvolvido e fabricado na Inglaterra pela Supermarine, entre os anos de 1938 e 1948. Amplamente utilizado na Segunda Guerra Mundial, foi o único caça aliado que operou durante todo o conflito. 

 

Designação do aparelho

Esquema B&W


ESPECIFICAÇÕES


DESCRIÇÃO

País de origem Fabricante
Grã-Bretanha / Reino Unido  Grã-Bretanha / Reino Unido
Supermarine Division of Vickers-Armstrong
Castle Bromwick
Cunliffe Owen Aircraft
Westland Aircraft Ltd
E.U.A.
Packard
Tipologia de missão / Função
Avião de caça e reconhecimento
Projeto antecedente Desenvolvido em
   
voo Introduzido
5 de março de 1936 4 de agosto de 1938
Período de produção Aposentado
1938 - 1948  
Design Quantidade produzida
  20 351 aparelhos
Custo unitário  
   
Período histórico
2ª Guerra Mundial

CARACTERÍSTICAS GERAIS

Tripulação Comprimento Envergadura Altura
1 Mk IA / IIA / VB / VI - 9.12 m Mk IA / IIA / VB- 11.23 m
Mk VI - 12,24 m
Mk IA / IIA - 3.02 m
Mk VB / VI - 3.48 m
Superfície alar Peso vazio Peso máximo à descolagem Teto máximo
Mk IA / IIA / VB - 22.5 m2
Mk VI - 23.1 m2
Mk IA - 1 953 Kg
Mk IIA - 2 059 Kg
Mk VB - 2 251 Kg
Mk IA - 2 415 Kg
Mk IIA - 2 799 Kg
Mk VB - 3 071 Kg
Mk VI - 3 057 Kg
Mk IA - 10 485 m
Mk IIA - 11 460 m
Mk VB - 10 668 m
Mk VI - 11 948 m
Velocidade Máxima (Vno) Velocidade de cruzeiro Autonomia Autonomia máxima
Mk IA - 582 Km/h
Mk IIA - 570 Km/h
Mk VB - 597 Km/h
Mk VI - 570 Km/h
 Km/h  Km Mk IA - 805 Km
MK VB - 1 827 Km
Mk VI - 2 462 Km
Regime de subida Carga alar Potência/Peso Alongamento
 m/s Kg/m2 W/Kg  
Motorização
Mk IA - 1 motor a pistão Rolls-Royce Merlin III com 1 030 cv (768 kW)
Mk IIA - 1 motor a pistão Rolls-Royce Merlin XII com 1 135 cv (846 kW)
Mk VB - 1 motor a pistão Rolls-Royce Merlin 45 com 1 470 cv (1 100 kW)
Mk VI - 1 motor a pistão Rolls-Royce Merlin 47 com 1 415 cv (1 060 kW)
Hélices
 
Armamento / Carga bélica
Mk IA / Mk IIA - 8 metralhadoras .303 de 7,7 mm Browning
Mk VB - 2 canhões Hispano II de 20 mm com 60 tiros + 4 metralhadoras .303 de 7.7 mm Browning + 2 bombas de 113 kg ou 1 bomba de 227 kg
Mk VI - 2 canhões Hispano II de 20 mm com 60 tiros + 4 metralhadoras .303 de 7.7 mm Browning

VARIANTES E VERSÕES


Mk IA 
- Avião de caça e reconhecimento
Texto
 
Mk IIA
- Avião de caça e reconhecimento - 
Texto
 
Mk VB
- Avião de caça e reconhecimento -
Texto
 
Mk VI
- Avião de caça e reconhecimento -
Texto
 

PRINCIPAIS UTILIZADORES


País:  Resumo

HISTORIAL


O Spitfire é muito justamente considerado um caça imortal e continua a ser um verdadeiro símbolo da RAF.

Foi projetado por R. J. Mitchell entre finais dos anos 20 e princípios dos anos 30 do século passado para responder a um concurso do Estado Maior da Força Aérea Britânica que pretendia um caça monolugar armado com oito metralhadoras, com trem de aterragem retrátil e cockpit fechado.

O protótipo Type 300 voou pela primeira vez a 5 de março de 1936, poucos meses depois do seu grande rival Messerschmitt Bf-109. Era um pequeno avião monomotor metálico com umas bonitas asas cantilever baixas e elípticas que eram a sua principal característica.

As entregas do modelo Spitfire MK I operacional equipado de acordo com o projeto, começaram em Agosto de 1938, já se encontrando algumas unidades ao serviço quando a guerra começou e tiveram o seu batismo de fogo a 16 de outubro de 1939 com o abate de um JU 88 sobre a costa escocesa, mas foi durante a batalha de Inglaterra, no Verão de 1940, que o Spitfire ganhou a fama e a imortalidade que ainda nos dias de hoje detém ao lutar conjuntamente com o Hawker Hurricane contra a Luftwaffe alemã.

O seu modelo de asas foi sendo alterado de acordo com as necessidades de manobrabilidade em voo a alta ou baixa altitude e o fim específico a que cada modelo se destinava.

Durante o seu período de produção a potencia dos seus motores duplicou, a velocidade máxima aumentou 1/3 e a capacidade de ascensão melhorou em 80%.

Os Spitfire foram utilizados sobretudo no Mediterrâneo e no Extremo Oriente e a sua evolução foi enorme, embora gradual, durante os seis anos de duração da 2ª Guerra Mundial, sendo suficientemente veloz para dar caça às bombas voadoras V-1.

Foram fabricados mais de 20 000 destes aparelhos que prestaram serviço em todos os teatros de operações da Guerra, não só ao serviço da RAF mas de 16 forcas aéreas de outros países.

Ao todo foram fabricadas 24 versões e um sem numero de variantes.

ALGUMAS VERSÕES E DATAS RELEVANTES

1936 – Lançamento do protótipo do Spitfire. Era 200 Km/h mais veloz e mais bem armado que o Gloster Gaunlet, o caça diurno da RAF;

1939 – Surgem os primeiros Spitfire MK I, com hélice de duas pás e cockpit alongado e inserido na fuselagem;

1941 – O Spitfire padrão era o MK V do qual foram produzidas mais de 6500 unidades;

1942 – Lançamento do Spitfire MK VI, caça de grande altitude e projetado para intercetar bombardeiros de reconhecimento JU-86. Tinha cockpit pressurizado;

1943 – Foi introduzido o motor Rolls-Royce Grifon no Spitfire MK XII;

1944 – O Spitfire MK XIV , com motor Grifon entrou ao serviço para intercetar as bombas voadoras V-1;

1946 – A última versão do Spitfire foi um avião para ações navais, capaz de atingir velocidades de 725 Km/h e que prestou serviço na Malásia e na Coreia nos anos 50;

1954 – última missão levada a cabo por um Spitfire da RAF na Malásia – o avião de reconhecimento fotográfico MK.


GALERIA


   

VIDEOS


   

PROFILES


Spitfire Mk I
 
Spitfire Mk.I K9906, F / O Robert Stanford Tuck, Esquadrão Nº. 65, RAF Hornchurch, Essex, verão de 1939   K9797, Sgt. George Unwin, Esquadrão Nº. 19, RAF Duxford, Cambridgeshire, Reino Unido, outubro de 1938
     
 
Esquadrão Nº. 19, RAF Duxford, Cambridgeshire, Reino Unido, início de 1939   K9843, Esquadrão Nº. 54, Hornchurch, Essex, Reino Unido, início de 1940
     
 
K9938, Esquadrão Nº. 72, Church Fenton, North Yorkshire, Reino Unido, abril de 1939   K9962, S / Ldr. Andrew Farquhar, CO do Esquadrão Nº. 602, RAF Abbotsinch, Renfrewshire, Reino Unido, maio de 1939
     
 
Esquadrão Nº. 609, Drem, East Lothian, Reino Unido, março de 1940   Esquadrão Nº. 602, Drem, East Lothian, Reino Unido, abril de 1940
     
Spitfire Mk IA
 
Esquadrão Nº. 19, RAF Duxford, Cambridgeshire, outubro de 1938   Esquadrão Nº. 41, RAF Catterick, North Yorkshire, Primavera de 1939
     
 
Esquadrão Nº. 54, RAF Hornchurch - Reino Unido, Março de 1940   Esquadrão Nº. 92, RAF Croydon, Reino Unido, final de maio / início de junho de 1940
     
 
Esquadrão Nº. 609, RAF Middle Wallop / RAF Warmwell, Reino Unido, 13 de agosto de 1940   Esquadrão Nº. 603, RAF Hornchurch, Reino Unido, final de agosto de 1940
     
 
Esquadrão Nº. 19, RAF Fowlmere, Reino Unido, setembro de 1940   Esquadrão Nº. 303, RAF Speke, Reino Unido, setembro de 1941
     
 
P / O Osgood Philip Villiers Hanbury, Esquadrão Nº. 602, RAF Westhampnett, West Sussex, setembro de 1940.   Sgt. George Cecil Unwin, Esquadrão Nº. 19, RAF Fowlmere, Cambridgeshire - agosto / setembro de 1940
     
   
P9443, pilotado pelo F / Lt Douglas Bader, Esquadrão Nº. 222, RAF Duxford, Cambridgeshire / Kirton em Lindsey, Lincolnshire, início de junho de 1940    
     
Spitfire Mk IIA
 
P7370, S / Ldr Adolph G. Malan DFC & bar SAAF, CO do Esquadrão Nº. 74, RAF Kirton-in-Linsey, Grã-Bretanha, setembro de 1940   P7916, pilotado pelo Sgt William J. Johnson, Esquadrão Nº. 145, RAF Tangmere, Grã-Bretanha, Primavera de 1941
     
 
P8084, Fl / Lt James J. O´Meara DFC, Esquadrão Nº. 64, RAF Drem, Grã-Bretanha, setembro - outubro 1941   P7966, W / Cdr Douglas R.S. Bader, CO de Tangmere Wing, RAF Tangmere, Grã-Bretanha, junho - julho de 1941
     
 
P7881, S / Ldr. Michael L. Robinson, CO do Esquadrão Nº.609, RAF Biggin Hill, Grã-Bretanha, abril de 1941   P8387, Sgt. Stanislaw Blok, Esquadrão Nº.315 (Polaco), RAF Northolt, Grã-Bretanha, agosto de 1941
     
 
P8038, Fl / Lt. Brendan E.F. Finucane DFC, Esquadrão Nº.452 RAAF, RAF Kenley, Grã-Bretanha, agosto de 1941   P8081, Fl / Lt. Tomáš Vybíral, Esquadrão No.312 (Checoslovaco), RAF Ayr, Grã-Bretanha, novembro de 1941
     
   
P7840, Esquadrão Nº.340 (França Livre), RAF Ayr, Grã-Bretanha, janeiro de 1942    
     
Spitfire Mk VIII
 
A58-484, G / Cpt Clive R. Caldwell, CO of No. 80 Wing, Ilha Morotai, Índias Orientais Holandesas, março de 1945   A58-517, F / O Norm Turnbull, Esquadrão Nº. 79, Ilha Morotai, Índias Orientais Holandesas, abril de 1945
     

 

       
     

 


INFORMAÇÃO ADICIONAL / FONTES


 Sites e Blogs
Wikipedia-Pt Wikipedia-Eng      
         
Bibliografia - Livros
Aviões de guerra Aviões-TPM      
 Aviões de Guerra Aviões - Tecnologia de ponta e mobilidade      
Bibliografia - Revistas de Modelismo
Airfix Model World - Issue 04 - 03/2011 Airfix Model World - Issue 19 - 06/2012 Airfix Model World - Issue 52 - 03/2015 Airfix Model World - Issue 92 - 07/2018 Airfix Model World - Issue 100 - 03/2019
Model Airplane International - Issue 80 - 03/2012 Info Eduard - Issue 127 - 10/2020 Info Eduard - Issue 125 - 08/2020 Info Eduard - Issue 130 - 12/2020 Info Eduard - Issue 131 - 01/2021
         

  


 Última atualização da página: 14/03/2021