Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese
Sondagem
Qual a sua área de modelismo preferida?
Militar aéreo
Militar terrestre
Militar naval
Civil aéreo
Civil terrestre
Civil naval
Ficção
Outro
Ver Resultados

  • Currently 4.05/5

Rating: 4.0/5 (2619 votos)

ONLINE
1




Partilhe esta Página



 

PARCERIA


Os administradores deste site aceitam propostas de parceria para análise.

 


  

EXPOSIÇÕES NACIONAIS


OS MEUS KITS

ÚLTIMOS TRABALHOS REALIZADOS

Jeep_Willys


MILITARIA

ÚLTIMO AVIÃO A HÉLICE INTRODUZIDO/ATUALIZADO

Curtiss F9C Sparrowhawk

Curtiss F9C Sparrowhawk

Curtiss P-40 Warhawk

Curtiss P-40 Warhawk

Airco DH.1

Airco DH.1

Airco DH.2

Airco DH.2

Dornier Do 335 Pfeil

Dornier Do 335 Pfeil


ÚLTIMO AVIÃO A REATOR INTRODUZIDO/ATUALIZADO

Convair F-106 Delta Dart

Convair F-106 Delta Dart

Dassault Super Etendard

Dassault Super Etendard

Dassault Rafale

Dassault Rafale

Dassault/Dornier Alpha-Jet

Dassault/Dornier Alpha-Jet


ÚLTIMO HELICÓPTERO
INTRODUZIDO/ATUALIZADO

AgustaWestland EH-101 Merlin

AgustaWestland EH-101 Merlin


ÚLTIMO VEÍCULO SOBRE LAGARTAS INTRODUZIDO/ATUALIZADO

Churchill tank

Churchill tank


ÚLTIMO VEÍCULO SOBRE RODAS INTRODUZIDO/ATUALIZADO

Semilagarta M5

Semilagarta M5


 

AJUDE A  MANTER ESTE PROJETODonativos



Total de visitas: 309947
P&H - HAWKER HURRICANE
P&H - HAWKER HURRICANE

Hawker Hurricane

- Avião Caça-Bombardeiro monolugar - Reino Unido (1937) -

Resumo Histórico Especificações Versões & Variantes Principais Utilizadores Historial Galeria Videos Profiles Fontes
Descrição Gerais
                   

Hawker Hurricane 

Link original: By The original uploader was Xenomorph at German Wikipedia (Transferred from de.wikipedia to Commons.) [GFDL or CC-BY-SA-3.0], via Wikimedia Commons

   

 


RESUMO HISTÓRICO


Na década de 1930 a Grã-Bretanha e a Alemanha foram as duas grandes nações pioneiras no desenvolvimento de modernos aviões monoplanos. Na Alemanha isso deveu-se sobretudo à iniciativa do Reich com a implementação de um grande programa de rearmamento para poder responder à vontade expansionista de Adolf Hitler; Na Grã-Bretanha isso aconteceu sobretudo graças à iniciativa privada porque os industriais sabiam que a sua nação mais tarde ou mais cedo teria que defrontar as forças militares alemãs e necessitariam de aviões capazes para isso.

Para a história ficou que o Hawker Hurricane foi o primeiro caça monoplano da Royal Air Force (RAF), mas de facto este foi um aparelho de transição que tinha por função gradualmente dar lugar ao Supermarine Spitfire como intercetor puro, pois veio-se a mostrar que o Hurricane como caça era inferior a este.

O projetor-chefe da Hawker Aircraft era o engenheiro Sidney Camm que já se tinha notabilizado noutros projetos, nomeadamente por ter concebido alguns dos melhores caças britânicos das décadas de 1920 e 1930. O Hawker Hurricane começou a ser estudado em 1933, mas só foi oficialmente solicitado no início de 1935. Ele na sua versão original estava preparado para ser equipado com o motor Rolls-Royce Goshawk, no entanto em janeiro de 1934 ficou-se a saber que um novo motor estava a ser ultimado e alterou-se o projeto para ser equipado com esse moderno motor, o excelente e famoso Rolls-Royce Merlin.

O protótipo do Hurricane voou pela primeira vez a 6 de novembro de 1935 e obtiveram-se logo resultados espetaculares para a época, nomeadamente uma velocidade em voo horizontal de 507 Km/h a 4.575 metros de altitude e um tempo de 5 minutos e 7 segundos da descolagem até aos 4.500 metros de altitude.

 

  Hawker Hurricane  
  Esquema B&W: MLWatts, CC0, via Wikimedia Commons  

 


ESPECIFICAÇÕES


DESCRIÇÃO

País de origem Fabricante
 Grã-Bretanha / Reino Unido Hawker Aircraft
Tipologia de missão / Função
Avião de caça
Projeto antecedente Desenvolvido em
   
voo Introduzido
6 de novembro de 1935 25 de dezembro de 1937
Período de produção Aposentado
1937 - 1944  
Design Quantidade produzida
  14 583 aparelhos
Custo unitário  
   
Período histórico
2ª Guerra Mundial

CARACTERÍSTICAS GERAIS

Tripulação Comprimento Envergadura Altura
Mk-IIB - 1 Mk-IIB - 9.98 m Mk-IIB - 12.20 m  m
Superfície alar Peso vazio Peso máximo à descolagem Teto máximo
 m2  Kg Mk-IIB - 3 740 kg Mk-IIB - 11 000 m
Velocidade Máxima (Vno) Velocidade de cruzeiro Autonomia Autonomia máxima
Mk-IIB - 542 km/h  Km/h  Km Mk-IIB - 2 125 km
Regime de subida Carga alar Potência/Peso Alongamento
 m/s Kg/m2 W/Kg  
Motorização
Mk-IIB - 1motor Rolls.Royce Merlin XX com 1280 cv (940 kW)
Hélices
 
Armamento / Carga bélica
Mk-IIB - 12 metralhadoras Browning de 7.7 mm; 2 bombas ou 8 rockets

VARIANTES E VERSÕES


Hawker Hurricane MK-I
- Avião Caça-Bombardeiro monolugar

O Hurricane era um avião monoplano de asa cantilever baixa, com uma estrutura tubular inteiramente metálica. O seu revestimento era em tecidos à exceção da parte frontal da célula e asas que era em metal. Isto permitia uma construção e reparação fácil. Possuía um trem de aterragem retráctil e nas primeiras versões (MK-I) a hélice era bipá e em madeira, mais tarde foi substituída por uma tripá metálica.

Os primeiros Hurricanes entraram ao serviço em dezembro de 1937, e em setembro de 1939, quando começou a 2ª Guerra Mundial com a invasão da Polónia pelas forças alemãs 18 esquadrões já estavam equipados com o Hawker Hurricane. Destes 18 esquadrões, 4 foram escolhidos para acompanharem o Corpo Expedicionário Britânico (BEF), no apoio aos seus aliados europeus, seguindo mais tarde outros 3 esquadrões para a França, quando os alemães invadiram esse país em maio de 1940.

Estes 7 esquadrões de Hurricanes foram os principais responsáveis pela maioria dos 1300 aviões que a luftwaffe perdeu durante as cinco semanas até à evacuação das tropas nas praias de Dunquerque, mas a diferença de forças em ação e organização era descomunal e pouco mais puderam fazer. Agora havia que tentar salvar a Inglaterra.

Durante a batalha de Inglaterra, que ocorreu entre 13 de agosto e 31 de outubro de 1940 ficou demonstrada a inferioridade enquanto intercetor do Hurricane fase ao Messerscmitt Bf 109, e assim decidiu-se que os Spitfire, mais recentes, rápidos e ágeis, mas em menor número, ficariam com a missão de atacar os caças de escolta, enquanto que os Hurricanes atacariam os bombardeiros. A verdade é que na prática isto não era assim tão fácil e os Hurricanes foram responsáveis por quatro quintos das vitórias da RAF durante a Batalha de Inglaterra.

Nessa altura o Hawker Hurricane estava na sua versão Mk I,e era equipado com o motor Rolls-Royce Merlin II de 1.030hp e com oito metralhadoras de 7,7mm.

Terminada a Batalha de Inglaterra o Hurricane foi especialmente utilizado no norte de Africa, e com o desenrolar do conflito este passou a desempenhar com bastante mérito outras missões tais como caça noturno, caça-bombardeiro e ataque ao solo. Apesar de este ser um soberbo avião, no final da 2ª Guerra Mundial a Inglaterra quase que já não dispunha deste avião nos seus ativos.

Nos primeiros anos da 2ª Guerra Mundial, 2952 exemplares foram fornecidos à União Soviética, e também por essas paragens o Hurricane teve um excelente desempenho.

 
Hawker Hurricane MK-IIA Series 1
- Avião Caça-Bombardeiro monolugar -

Depois da versão MK I, chegou, em 1940, o MK IIA equipado com o novo motor Merlin XX de 1280 cv. Este motor era maior que o anterior Merlin e houve a necessidade de aumentar a frente do avião. Isto levou a que o Hurricane ficasse um pouco mais estável já que o centro de gravidade foi ligeiramente deslocado para a dianteira do aparelho.

 O MK I realizou o seu primeiro voo em 11 de junho de 1940 e entrou ao serviço em setembro de 1940. A Hawker Aircraft fabricou 418 unidades e a Gloster Aircraft Company 33 unidades.

Esta versão tinha a possibilidade de ser equipada com bombas de 227 kg que eram colocadas sob as asas e largamente utilizados em missões noturnas de bombardeamento sobre aeródromos existentes em território francês.

Para além destas missões de bombardeamento, os Hawker Hurricanes eram utilizados como caças, sobretudo como caça noturno do espaço aéreo sobre a Inglaterra e eram igualmente utilizados em missões de reconhecimento. O Hurricane foi mesmo o primeiro avião aliado a ser equipado com foguetes ar-terra, o que ampliou ainda mais o seu já vasto leque operacional.

 
Hawker Hurricane MK-IIB (Hurricane IIA Series 2) e Mk-IIB Trop
- Avião Caça-Bombardeiro monolugar - 

Em 1941 surge a versão Mk IIB. Esta versão estava equipada com doze metralhadoras Browning de 7.7 mm e podia levar, em alternativa a bombas, dois tanques de combustível de 205 litros o que lhe permitia aumentar grandemente o seu raio de ação.

As primeiras unidades foram fabricadas em fevereiro de 1941, mas a designação Mark IIB só surgiu em abril de 1941. Ao todo foram fabricados 3050 aviões, 1883 pela Hawker Aircraft, 867 pela Gloster Aircraft Company e 300 pela Austin Aero Company.

Esta versão tinha a possibilidade de ser equipada com bombas de 227kg que eram colocadas sob as asas e largamente utilizados em missões noturnas de bombardeamento sobre aeródromos existentes em território francês.

Para além destas missões de bombardeamento, os Hawker Hurricanes eram utilizados como caças, sobretudo como caça noturno do espaço aéreo sobre a Inglaterra e eram igualmente utilizados em missões de reconhecimento. O Hurricane foi mesmo o primeiro avião aliado a ser equipado com foguetes ar-terra, o que ampliou ainda mais o seu já vasto leque operacional.

 

Hurricane Mk IIB Trop

A versão Mk IIB Trop foi desenvolvida especificamente para ser usada no norte da África. Estavam equipados com filtros especiais de poeira para motores Vokes e Rolls-Royce e os pilotos dispunham de um kit de sobrevivência para o deserto que incluía uma garrafa de água alojada na parte de trás do cockpit.

Outras versões foram igualmente preparadas para o Norte de África ou para os trópicos, genericamente são designadas por versão tropicalizadas.

 
Hawker Hurricane MK-IIC (Hurricane IIA Series 2)
- Avião Caça-Bombardeiro monolugar -

O Hurricane Mk IIA Série 1 foi equipado com uma nova hélice e o armamento passou a ser constituído por quatro canhões Hispano Mk II de 20 mm, dois em cada asa. A este novo aparelho deu-se a designação de Mk IIA Série 2.

No entanto, em junho de 1941, com uma asa ligeiramente modificada decidiu-se que se tratava de uma nova versão que se passou a designar por Mk IIC.

Esta versão, tal com as anteriores, também incluía um ponto de instalação para bombas de 230 kg ou 110 kg ou para tanques de combustível.

Por essa altura os Hurricanes, com prestações gerais inferiores aos dos caças inimigos, eram sobretudo usados como bombardeiros e ataque ao solo, daí que, por vezes, sejam designados de Hurribomber.

A Hawker Aircraft, entre fevereiro de 1941 e julho de 1944, construiu 4 711 unidades desta versão.

 
Hawker Hurricane MK-IID
- Avião Caça-Bombardeiro monolugar - 
Esta versão do Hurricane foi principalmente preparada para operar no norte de África como caça anti-tanque. Para isso foram equipados com filtros de areia e armados com 2 canhões de 40 mm.
 

PRINCIPAIS UTILIZADORES


País:  Resumo

HISTORIAL


Texto

Aviões de comparável missão, configuração e época

       
       

GALERIA


   

VIDEOS


   

PROFILES


   

INFORMAÇÃO ADICIONAL / FONTES


 Sites e Blogs
Wikipedia-Pt Wikipedia-Eng    
       
 Bibliografia
 Aviões de guerra Aviões-TPM
 Aviões de Guerra Aviões - Tecnologia de ponta e mobilidade Airfix Model World - Issue 41 - 04/2014 Airfix Model World - Issue 52 - 03/2015
   
Airfix Model World - Issue 80 - 07/2017 Model Airplane International - Issue 25 - 08/2007    

  


 Última atualização da página: 21/11/2020