SITE DEDICADO AO MUNDO DO MODELISMO ESTÁTICO & MILITARIA

Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese
Sondagem
Qual a sua área de modelismo preferida?
Militar aéreo
Militar terrestre
Militar naval
Civil aéreo
Civil terrestre
Civil naval
Ficção
Outro
Ver Resultados

Rating: 4.1/5 (3734 votos)

ONLINE
1




Partilhe esta Página



 

 

PARCERIA


Os administradores deste site aceitam propostas de parceria para análise.

 


AJUDE A MANTER ESTE PROJETO

Donativos

 




Total de visitas: 489214
P&H - Gloster Gauntlet
P&H - Gloster Gauntlet

Gloster Gauntlet

- Avião de caça - Reino Unido (1935) -

Resumo Histórico Especificações Versões & Variantes Principais Utilizadores Historial Galeria Vídeos Profiles Fontes
Descrição Gerais
                   

  Gloster Gauntlet  

Foto: (1) - Um ex-Finnish Air Force Gloster Gauntlet Mk II, GT-400, descolando no Aeródromo de Selänpää, 2008 

     

RESUMO HISTÓRICO


O Gloster Gauntlet foi um caça biplano monolugar, concebido e produzido pelo fabricante britânico de aviões Gloster Aircraft Company, nos anos 30 do século passado. Foi o último caça a ser operado pela Royal Air Force (RAF) a ter um cockpit aberto e também o penúltimo caça biplano ao seu serviço.

O Gauntlet teve um processo de desenvolvimento um pouco longo, já que foram realizadas extensas modificações incluindo múltiplas mudanças de motor e alterações para se adequar a especificações variáveis, mas que resultaram num avião de combate relativamente rápido para a época, bem como num armamento pesado e numa manobrabilidade interessante.

Em meados de 1933, o Ministério da Aviação fez uma encomenda inicial de 24 apparelhos durante o mês de setembro desse ano. O primeiro desses Gloster Gauntlet I (K4081) voou em 17 de dezembro de 1934 e, em maio de 1935, o Esquadrão Nº 19, baseado em Duxford, tornou-se a primeira unidade a receber o Gauntlet I.

Na época, o Gloster Gauntlet representou um grande salto em termos de desempenho já que era cerca de 90 km/h mais rápido e ao mesmo tempo estava mais fortemente armado do que o Bristol Bulldog, que veio substituir. Durante mais de dois anos foi mesmo o caça mais rápido ao serviço da RAF.

Em 1934, surgiu um modelo aprimorado, o Gauntlet II, apresentando melhorias estruturais para adotar uma construção de estilo Hawker; as entregas desse novo modelo começaram no ano seguinte.

Foram dadas ordens para o fabrico de mais 200 Gauntlet IIs, passando este a ser operado por 14 esquadrões RAF do Comando de Caças RAF.

O Gloster Gauntlet foi utilizado para várias tarefas, incluindo uma série de exercícios secretos que incluíam a primeira intercepção de um avião utilizando informações transmitidas por radar terrestre, uma técnica que se revelaria vital durante a 2ª Guerra Mundial.

Contudo, já em 1936, os esquadrões da linha de frente começaram a ser reequipados com caças mais avançados, tais como o Gloster Gladiator, o Hawker Hurricane e o Supermarine Spitfire. Os Gauntlet’s foram cada vez mais utilizados em funções secundárias e por esquadrões ultramarinos, servindo com uma capacidade reduzida até meados da 2ª Guerra Mundial. Os últimos exemplares foram retirados de serviço em 1943.

Os Gloster Gauntlet excedentários da RAF foram vendidos à África do Sul, Austrália, Dinamarca e Finlândia, tendo estes últimos sido equipados com trens de aterragem com esquis.  

 

  Gloster Gauntlet  

Esquema B&W: (2) - Gloster Gauntlet - 3 vistas


ESPECIFICAÇÕES


DESCRIÇÃO

País de origem Fabricante
Reino Unido   Gloster Aircraft
Tipologia de missão / Função
Avião de caça
Projeto antecedente Desenvolvido em
Gloster S.S.19B Gloster Gladiator
voo Introduzido
1933 1935
Período de produção Aposentado
1933 - 1936 1943
Design Quantidade produzida
  246 aparelhos
Custo unitário Variantes
   
Período histórico
 

CARACTERÍSTICAS GERAIS - Gauntlet Mk II

Comprimento Envergadura Altura Superfície alar
8.05 (26,5 ft) m 9.99 m (32,9 ft) 3.12 m (10,3 ft) 29.3 m² (315 ft²)
Peso vazio Peso carregado Peso máximo à descolagem Teto máximo
1 256 Kg (2 770 lb)   1 801 Kg (3 970 lb) 10 200 m (33 500 ft)
Velocidade Máxima (Vno) Velocidade de cruzeiro Autonomia bélica Autonomia (MTOW)
370 km/h (230 mph, 200kn) a 4 816 m  Km/h  Km 740 Km (460 mi, 400 nmi)
Regime de subida Carga alar Potência/Peso Alongamento
12 m/s 62 Kg/m2 0.266 kW/Kg  
Tripulação / Capacidade
1
Motorização
1 motor de pistão radial Bristol Mercúrio VI S2 de 9 cilindros refrigerado a ar com uma potência de 645 cv/hp (481 kW)
Hélices
Hélice de passo fixo de 2 pás
Armamento / Carga bélica
Metralhadoras / Canhões
2 metralhadoras Vickers de 7.7mm instaladas sob o capot
Foguetes / Misseis / Bombas
 

VARIANTES E VERSÕES


Designação do aparelho (Variante/Versão)
- Tipo de Avião - 
Texto
 

PRINCIPAIS UTILIZADORES


Reino Unido África do Sul Austrália Dinamarca Finlândia

HISTORIAL


Texto

Aviões de comparável missão, configuração e época

188x141 px      
Avia B-534 Blériot-SPAD S.510 Bristol Bulldog Fiat CR.42
       
Heinkel He 51 Hawker Fury Kawasaki Ki-10 Polikarpov I-15

GALERIA


400x300 px (pequena)   Link: 1200 px

VIDEOS


     

PROFILES


     

INFORMAÇÃO ADICIONAL / FONTES


Sites e Blogs
Wikipedia-Eng
Wikipedia-Eng
   
Bibliografia - Livros
Aviões de Guerra Profile Publications - N.010
Bibliografia - Revistas
 
Model Airplane International - Issue 54 - 01/2010  
Créditos Fotográficos e outros
(1) - David Smith, CC BY 2.0, via Wikimedia Commons
(2) - MLWatts, CC0, via Wikimedia Commons

  


Última atualização da página: 12/07/2022