SITE DEDICADO AO MUNDO DO MODELISMO ESTÁTICO & MILITARIA

Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese
Sondagem
Qual a sua área de modelismo preferida?
Militar aéreo
Militar terrestre
Militar naval
Civil aéreo
Civil terrestre
Civil naval
Ficção
Outro
Ver Resultados

Rating: 4.1/5 (3716 votos)

ONLINE
1




Partilhe esta Página



 

 

PARCERIA


Os administradores deste site aceitam propostas de parceria para análise.

 


AJUDE A MANTER ESTE PROJETO

Donativos

 




Total de visitas: 486640
P&H - Yokosuka D2Y1
P&H - Yokosuka D2Y1

Yokosuka D2Y1

- Bombardeiro de voo picado embarcado - Japão (1934) -

 


País de origem Fabricante
Japão   Dai-Ichi Kaigun Koku Gijitusho (Kusho)
Produção total
Projeto antecedente
Avião experimental  
1º voo
Período de produção
   
Introduzido em
Retirado em
   
Período histórico
Principais utilizadores
  Japão 

RESUMO HISTÓRICO


O desenvolvimento deste aparelho esteve relacionado com o facto de, muito cedo, a Marinha Imperial japonesa mostrar interesse nos bombardeiros de voo picado pois estes permitiam uma melhor precisão no ataque aos alvos. Assim, emitiu as especificações 6-Shi e 7-Shi para o desenvolvimento de um avião específico para esse tipo de missões. Essas especificações resultaram em 6 aviões Nakajima experimentais. No entanto, nenhum dos projetos apresentados se mostrou adequado para o serviço e, em 1933, foi lançada uma nova especificação, a 8-Shi, ainda mais exigente, para a construção de um bombardeiro de mergulho com dois tripulantes. Foi solicitada a produção de projetos novamente à Nakajima, à Aichi e a uma equipa interna da Marinha, a Dai-Ichi Kaigun Koku Gijitusho (Kusho).

Esta equipa desenvolveu um avião experimental que designou por Yokosuka 8-Shi (D2Y1). Não se sabe muito relativamente às especificações técnicas, porém sabe-se que era um avião biplano e que estava equipado com um motor radial Nakajima Kotobuki 2 Kai 1 refrigerado a ar, que debitava, nas descolagens, 580 cv e a uma altitude de 1500 metros, 460 cv. Relativamente ao armamento estava equipado com duas metralhadoras dianteiras, sobre a capot do motor, do tipo 92, e mais uma metralhadora flexível, operada pelo artilheiro, também do tipo 92. Podia transportar uma bomba de 250 kg sob a fuselagem.

No entanto, o bombardeiro experimental Yokosuka 8-Shi (D2Y1), projetado pela Dai-Ichi Kaigan Koku, teve um mau desempenho nos testes e foi rejeitado assim como também foi rejeitado na fase de testes o Nakajima D2N 8-Shi Special Bomber, apresentado pela Nakajima.

A vencedora do concurso foi a Aichi que apresentou um avião construído a partir de um Heinkel He 66 alemão, uma vez que a Aichi tinha uma parceria com a construtora Heinkel. Nascia, assim, o Aichi D1A, o primeiro de uma série de bombardeiros de mergulho da Aichi, sendo que o mais famoso é, muito provavelmente, o Aichi D3A Val.

  

Alçado Lateral
Alçado Superior Alçado Frontal Alçado Inferior 

 

Tripulação Comprimento Envergadura Altura Superfície alar
 2  m  m  m   m2
Peso vazio
Peso máximo à descolagem
Velocidade máxima Autonomia Altitude operacional
 kg   kg  km/h  km   m 
Motorização
1 motor radial Nakajima Kotobuki 2 Kai 1 refrigerado a ar  
Armamento
2 metralhadoras dianteiras, sobre a capot do motor, do tipo 92; 1 metralhadora flexível, operada pelo artilheiro, também do tipo 92; 1 bomba de 250 kg sob a fuselagem.  

 


PROFILES


   
   

 


INFORMAÇÃO ADICIONAL


 Sites e Blogs
   
   
 Bibliografia
   
   

  


 Última atualização da página: 12/06/2018