Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese
Sondagem
Qual a sua área de modelismo preferida?
Militar aéreo
Militar terrestre
Militar naval
Civil aéreo
Civil terrestre
Civil naval
Ficção
Outro
Ver Resultados

Rating: 4.1/5 (3067 votos)

ONLINE
2




Partilhe esta Página



 

PARCERIA


Os administradores deste site aceitam propostas de parceria para análise.

 


AJUDE A MANTER ESTE PROJETO

Donativos


click here


Total de visitas: 385866
P&H - Hawker Typhoon
P&H - Hawker Typhoon

Hawker Typhoon

- Avião Caça-Bombardeiro - Reino Unido (1941) -

Resumo Histórico Especificações Versões & Variantes Principais Utilizadores Historial Galeria Videos Profiles Fontes
Descrição Gerais
                   

Hawker Typhoon 

Link original: By RAF official [Public domain], via Wikimedia Commons

   

RESUMO HISTÓRICO


O Hawker Typhoon foi um avião britânico desenvolvido para desempenhar missões como caça-bombardeiro. Produzido pela Hawker Aircraft, foi inicialmente desenvolvido para ser um intercetor de média-alta altitude, para substituir o Hawker Hurricane; porém, vários problemas de design fizeram com que nunca conseguisse realizar plenamente essa tipologia de missão.

O Typhoon foi projetado para ter 12 metralhadoras e ser alimentado por um poderoso motor, o Napier Sabre. A sua introdução ao serviço, em 1941, revelou uma série de problemas e durante vários meses o seu futuro foi incerto. Quando a Luftwaffe começou a operar o formidável Focke-Wulf Fw 190, também em 1941, o Typhoon era o único caça capaz de o "apanhar" a baixas altitudes e graças a isso, o Typhoon assegurou um importante papel como um intercetor de baixa altitude.

Através da iniciativa de pilotos como Roland Beamont, este avião alcançou importância em operações noturnas e como caça de longo-alcance. A partir do final de 1942, o Typhoon passou a estar equipado com bombas e, a partir de 1943, com RP-3 de ataque ar-solo. Com este conjunto de armamento, o Typhoon tornou-se um dos aviões mais eficazes da 2ª Guerra Mundial no que toca a ataques ar-solo.

 

Designação do aparelho

Esquema B&W: Kaboldy, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons


ESPECIFICAÇÕES


DESCRIÇÃO

País de origem Fabricante
Reino Unido Hawker Aircraft
Tipologia de missão / Função
Avião Caça-Bombardeiro / Ataque ao solo / Apoio tático
Projeto antecedente Desenvolvido em
   
voo Introduzido
24 de Fevereiro de 1940 11 de Setembro de 1941
Período de produção Aposentado
1941 - 1945 Outubro de 1945
Design Quantidade produzida
Sydney Camm 3 317 aparelhos
Custo unitário  
£10,500 (1943)  
Período histórico
2ª Guerra Mundial

CARACTERÍSTICAS GERAIS - Typhoon Mk Ib

Tripulação Comprimento Envergadura Altura
1 9,741 m (32,0 ft) 12,67 m (41,6 ft)   4,67 m (15,3 ft)
Superfície alar Peso vazio Peso máximo à descolagem Teto máximo
  25,9 m² (279 ft²)   4 010 kg (8 840 lb) 6 010 kg (13 200 lb) 10 700 m (35 100 ft)
Velocidade Máxima (Vno) Velocidade de cruzeiro Autonomia bélica Autonomia (MTOW)
663 km/h (358 kn)  Km/h 821 km (510 mi)  Km
Regime de subida Carga alar Potência/Peso Alongamento
13,9 m/s Kg/m2 W/Kg 6.2
Motorização
1 motor a pistão H-24 Napier Saber IIA, IIB ou IIC com 2180, 2200 ou 2260 cv (1626, 1640 ou 1685 kW)
Hélices
 
Armamento / Carga bélica
Metralhadoras / Canhões
4 canhões Hispano Mk II de 20 mm
Foguetes / Misseis / Bombas
8 foguetes RP-3 ar-terra não guiados.
2 bombas 227 kg ou 2 bombas de 454 kg

VARIANTES E VERSÕES


Designação do aparelho (Variante/Versão)
- Tipo de Avião - 
Texto
 

PRINCIPAIS UTILIZADORES


País:  Reino Unido; Austrália; Nova Zelândia e Canadá

HISTORIAL


O Hawker Typhoon foi inicialmente desenvolvido para ser um caça intercetor de média-alta altitude e tinha como propósito substituir o Hawker Hurricane, porém, vários problemas estruturais e de design fizeram com que nunca conseguisse realizar plenamente esse tipo de missão.

O desenvolvimento do projeto foi entregue ao criador do Hawker Hurricane, o engenheiro-chefe Sydney Camm, e o primeiro de quatro protótipos voou em 24 de fevereiro de 1940. Mas os testes de voo não foram nada positivos devido aos constantes problemas com os novos motores, sobretudo com o Vulture, e graves defeitos estruturais, sobretudo a nível da união da secção da cauda. Assim, as fases de desenvolvimento tiveram que ser bastante alargadas e só em 1942 é que os problemas ficaram completamente resolvidos.

Muitos desses problemas só foram identificados após a sua entrada em serviço que ocorreu em 1941 e o futuro do Hawker Typhoon durante muito tempo permaneceu bastante incerto. Porém, também por essa altura, a Luftwaffe lançou em serviço o formidável Focke-Wulf Fw 190 e o Typhoon mostrou-se o único avião aliado a operar no teatro de guerra europeu capaz de lhe dar caça a baixa altitude e assim assegurou um importante papel como interceptor de baixa altitude até surgirem caças mais capazes como o Hawker Tempest.

Mas, de facto, o Hawker Typhoon não era um aparelho brilhante como caça intercetor para cuja missão tinha sido projetado, mas em contrapartida, mostrou excelentes qualidades como caça de ataque ao solo, apoio tático e bombardeiro.

A partir do final de 1942, o Typhoon passou a estar equipado com bombas e a partir de 1943, com mísseis RP-3 de ataque ar-solo. Com este conjunto de armamento, o Typhoon tornou-se um dos aviões mais eficazes da 2ª Guerra Mundial no que toca a ataques ar-solo.

Ao todo foram fabricadas mais de 3300 unidades que serviram com qualidade até ao final do conflito, com especial relevo para as missões desempenhadas na libertação da França.

Aviões de comparável missão, configuração e época

       
       

GALERIA


   

VIDEOS


   

PROFILES


   

INFORMAÇÃO ADICIONAL / FONTES


 Sites e Blogs
Wikipedia-Pt Wikipedia-Eng  
     
 Bibliografia
 Aviões de guerra
 Aviões de Guerra Airfix Model World - Issue 32 - 07/2013 Airfix Model World - Issue 70 - 09/2016

  


 Última atualização da página: 03/01/2021