SITE DEDICADO AO MUNDO DO MODELISMO ESTÁTICO & MILITARIA

Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese
Sondagem
Qual a sua área de modelismo preferida?
Militar aéreo
Militar terrestre
Militar naval
Civil aéreo
Civil terrestre
Civil naval
Ficção
Outro
Ver Resultados

Rating: 4.1/5 (3716 votos)

ONLINE
1




Partilhe esta Página



 

 

PARCERIA


Os administradores deste site aceitam propostas de parceria para análise.

 


AJUDE A MANTER ESTE PROJETO

Donativos

 




Total de visitas: 486549
P&H - Mitsubishi A6M5 (Zero)
P&H - Mitsubishi A6M5 (Zero)

Mitsubishi A6M - (Rei-Sen - Zero)

- Avião de caça / Intercetador embarcado - Japão (1940) -

Resumo Histórico Especificações Versões & Variantes Principais Utilizadores Historial Galeria Videos Profiles Fontes
Descrição Gerais
                   

   

Link original: By Kogo [GFDL], from Wikimedia Commons

     
  Mitsubishi A6M2 Zero  
  Airfix 1/72  

RESUMO HISTÓRICO


O Mitsubishi A6M foi um avião de caça monomotor de asa cantilever baixa com empenagem convencional, construído na sequência de um concurso aberto pela marinha japonesa para um avião de caça operado a partir de porta-aviões, sucessor do A5M4.

O nome de código que os Aliados oficialmente lhe atribuíram foi «Zeke», no entanto, nunca se impôs face à popular designação «Zero». A espinha dorsal do ataque a Pearl Harbor era constituída por Zeros, cuja produção total ultrapassou as 11 mil unidades. 

 

Designação do aparelho

Esquema B&W Kaboldy, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons


ESPECIFICAÇÕES


DESCRIÇÃO

País de origem Fabricante
Japão Mitsubishi Heavy Industries
Tipologia de missão / Função
 
Projeto antecedente Desenvolvido em
Mitsubishi A5M  
voo Introduzido
1 de abril de 1939 1 de julho de 1940
Período de produção Aposentado
1940 - 1945 1945
Design Quantidade produzida
  10 450 aparelhos
Custo unitário  
   
Período histórico
2ª Guerra Mundial

CARACTERÍSTICAS GERAIS

Tripulação Comprimento Envergadura Altura
1 A6M5 - 9.06 m A6M5 - 12.0 m A6M5 - 3.05 m
Superfície alar Peso vazio Peso máximo à descolagem Teto máximo
A6M5 - 22.44 m2 A6M5 - 1 680 Kg A6M5 - 2 796 Kg A6M5 - 10 000 m
Velocidade Máxima (Vno) Velocidade de cruzeiro Autonomia Autonomia máxima
A6M5 - 534 Km/h  Km/h  Km A6M5 - 3 104 Km
Regime de subida Carga alar Potência/Peso Alongamento
 m/s Kg/m2 W/Kg  
Motorização
A6M5 - 1 motor radial Nakajima Sakae 21 de 12 cilindros com 950 cv (830 kW)
Hélices
 
Armamento / Carga bélica
A6M5
2 metralhadoras Type 97 de 7.7 mm / 2 canhões Type 99-1 de 20 mm / 2 bombas de 60 kg  ou 1 bomba fixa de 250 kg para ataques kamikazes

VARIANTES E VERSÕES


A6M1 - Protótipo
- Protótipo - 

Ficou concluído em março de 1939. Estava equipado originalmente com motor de 780 cv Mitsubishi Zuisei ao qual foi necessário fazer mudanças para evitar tantas vibrações.

Em setembro foi aprovado pela Marinha.

 
A6M2 - Modelo 11
- Caça monolugar embarcado / Interceptador -
A6M2 - Modelo 11

Os primeiros exemplares ficaram concluídos em janeiro de 1940 e estavam esquipados com um motor de 940 cv Nakajima Sakae, o qual, apesar da relutância inicial, provou melhorar substancialmente a performance do avião.

Os primeiros aparelhos chegaram à Manchúria em julho de 1940, e foram vistas pela primeira vez em combate sobre os céus de Chungking, em agosto desse ano. Os caças rivais operados pelos chineses eram os Polikarpov I-16s e I-153s soviéticos, que mostraram superioridade relativamente aos caças japoneses.

 
A6M5 - Modelo 21
- Caça monolugar embarcado / Interceptador -

Após serem apenas produzidas 65 unidades até novembro de 1940, houve a necessidade de se introduzirem alterações na linha de montagem por forma a permitir uma maior rapidez na produção do A6M2. Essas alterações levaram ao surgimento de uma nova versão que se denominou modelo 21.

A Mitsubishi produziu 740 destes aparelhos e a Nakajima mais 800.

Duas outras versões foram também, entretanto construídas mas em menores números. O A6M2-N "Rufe", um planador (baseado no modelo 11 modificado), e o A6M2-K para treino. No total foram construídas 508 unidades pela Hitachi e Sasebo Naval Air Arsenal.

A6M5 - Modelo 21
 
A6M5 - Modelo 52
- Caça monolugar embarcado / Interceptador -
A6M5 - Modelo 52
 
A6M6c Modelo 53c Rei-Sen
- Caça monolugar embarcado / Interceptador -
 
 

PRINCIPAIS UTILIZADORES


País:  Japão

HISTORIAL


O Mitsubishi A6M Zero dominou os céus do pacífico durante os primeiros anos da 2ª guerra mundial. Era um avião veloz, que aliava simplicidade a uma grande autonomia e poder de fogo, no entanto até ao final da sua vida teve uma grande limitação, uma blindagem demasiado ligeira.

O Zero foi criado por um grupo de projetistas chefiados por Jiro Horikoshi e era um avião de asa baixa, totalmente metálico, com trem retrátil, armado com canhões e equipado com um motor radial Nakajima NK1F Sakae 21 de 843 kW que movia uma hélice de passo variável. O desenvolvimento deste aparelho teve por base o pequeno caça A5M da Mitsubishi e toda a experiência acumulada durante a guerra Chino-Japonesa. O primeiro protótipo voou em 1 de abril de 1939.

Para os ocidentais, sobretudo para os Norte Americanos, o Japão nunca foi visto como capaz de desenvolver bons aparelhos de caça e por isso quando o Zero surgiu nos céus de Pearl Harbor, constituiu uma desagradável surpresa. Mas o pior é que na altura não existia nesse palco bélico nenhum aparelho aliado que de facto lhe pudesse fazer frente. Essa superioridade manteve-se durante cerca de 6 meses e foi-se perdendo gradualmente a partir do momento em que a ideia de invencibilidade se perdeu e, que foram aparecendo novos e mais potentes aparelhos nas forças aliadas, nomeadamente o Grumman F4F e do Vought F4U Corsair, no entanto devido a constantes melhoramentos continuou a ser um avião perfeitamente capaz até ao final do conflito.

A Sigla A6M significa: A = Caça; 6 = 6º Modelo e M = Mitsubishi


GALERIA


   

VIDEOS


   

PROFILES


   

INFORMAÇÃO ADICIONAL / FONTES


 Sites e Blogs
Wikipedia-Pt    
     
 Bibliografia
Aviões de guerra Aviões-TPM
 Aviões de Guerra Aviões - Tecnologia de ponta e mobilidade Airfix Model World - Issue 17 - 04/2012

  


 Última atualização da página: 03/10/2020