Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese
Sondagem
Qual a sua área de modelismo preferida?
Militar aéreo
Militar terrestre
Militar naval
Civil aéreo
Civil terrestre
Civil naval
Ficção
Outro
Ver Resultados

Rating: 4.1/5 (2714 votos)

ONLINE
1




Partilhe esta Página



 

PARCERIA


Os administradores deste site aceitam propostas de parceria para análise.

 


AJUDE A MANTER ESTE PROJETO

Donativos




Total de visitas: 324583
P&H - Airco DH.2
P&H - Airco DH.2

Airco DH.2

- Avião de caça e reconhecimento - Reino Unido (1916) -

Resumo Histórico Especificações Versões & Variantes Principais Utilizadores Historial Galeria Videos Profiles Fontes
Descrição Gerais
                   

Airco DH.2 

Link original: Public domain


RESUMO HISTÓRICO


O Airco DH.2 foi um caça biplano, britânico, com hélice tratora, utilizado durante a 1ª Guerra Mundial e pode muito bem ser considerado como o primeiro verdadeiro caça do Royal Flying Corps (RFC).

Foi o segundo avião desenhado por Geoffrey de Havilland para a Airco, e era baseado no Airco DH.1. O DH.2 foi o primeiro caça monolugar britânico e permitiu aos pilotos do Royal Flying Corps (RFC) enfrentar os Fokker E.III alemães, reequilibrando a luta pelo espaço aéreo.

 

Designação do aparelho

Esquema B&W


ESPECIFICAÇÕES


DESCRIÇÃO

País de origem Fabricante
Reino Unido Airco
Tipologia de missão / Função
Avião de caça e reconhecimento
Projeto antecedente Desenvolvido em
Airco DH.1  
voo Introduzido
Julho de 1915 1916
Período de produção Aposentado
1915 - 1917 1918
Design Quantidade produzida
  Geoffrey de Havilland 453 aparelhos
Custo unitário  
   
Período histórico
1ª Guerra Mundial

CARACTERÍSTICAS GERAIS

Tripulação Comprimento Envergadura Altura
1 7,69 m (25,2 ft) 8,61 m (28,2 ft)   2,91 m (9,55 ft)
Superfície alar Peso vazio Peso máximo à descolagem Teto máximo
23,13 m² (249 ft²) 428 kg (944 lb) 654 kg (1 440 lb) 4 265 m (14 000 ft)
Velocidade Máxima (Vno) Velocidade de cruzeiro Autonomia Autonomia máxima (MTOW)
150 km/h (80,9 kn)  Km/h  Km 400 km (249 mi)
Regime de subida Carga alar Potência/Peso Alongamento
2,76 m/s Kg/m2 W/Kg 3.2
Motorização
1 motor rotativo Gnome Monosoupape de 100 cv (75 KW)
Hélices
 
Armamento / Carga bélica
1 metralhadora Lewis de 7.7 mm (0,303 in) com 42 cápsulas do tambor 

VARIANTES E VERSÕES


Designação do aparelho (Variante/Versão)
- Tipo de Avião - 
Texto
 

PRINCIPAIS UTILIZADORES


País:  Reino Unido

HISTORIAL


O Airco DH.2 foi um caça biplano, britânico, utilizado durante a 1ª Guerra Mundial e pode muito bem ser considerado como o primeiro verdadeiro caça do Royal Flying Corps (RFC).

O Airco DH.2 foi o segundo avião desenhado por Geoffrey de Havilland para a Airco e era baseado no Airco DH.1 de dois lugares. Caracterizava-se por ter uma hélice propulsora por detrás do piloto (hélice tratora) e uma metralhadora Lewis de 7,7 mm, virada para a frente, que podia ser disparada livremente uma vez que não tinha os constrangimentos provocados pelo disco da hélice.

A metralhadora inicialmente podia ser posicionada em 3 montagens/suportes existentes no cockpit. A ideia era que o piloto, além de pilotar o avião, colocasse/transferisse (em pleno voo) a metralhadora na montagem/suporte mais conveniente para o ataque que pretendia realizar. Na prática, este conceito não se mostrou nada prático e rapidamente os pilotos perceberam que o melhor método para abater os inimigos era “mirar” o avião e não a arma. Assim, as metralhadoras começaram a ser fixas na montagem/suporte central. Esta disposição, associada a um sistema de mira inventado pelo Major Lanoe Hawker, melhorou substancialmente o desempenho geral do avião tornando-o bastante letal para o inimigo.

O desenvolvimento do Airco DH.2 esteve inteiramente relacionado com a necessidade dos britânicos encontrarem um avião capaz de responder aos monoplanos Fokker E.III (Fokker Eindecker) operados pelos alemães.

O Airco DH.2 voou pela primeira vez em julho de 1915 e entrou ao serviço em 1916. De facto, equilibrou um pouco os “pratos da balança” no que diz respeito à superioridade tida até aí pelos alemães, reequilibrando a luta pelo espaço aéreo na Frente Ocidental.

A maioria dos Airco DH.2 estavam equipados com um motor rotativo Gnôme Monosoupape de 100 cv (75 kW), mas os modelos posteriores receberam o motor Le Rhône 9J de 110 cv (82 kW).

A Airco fabricou um total de 453 unidades deste avião.

Aviões de comparável missão, configuração e época

       
       

GALERIA


   

VIDEOS


   

PROFILES


   

INFORMAÇÃO ADICIONAL / FONTES


 Sites e Blogs
Wikipedia-Pt Wikipedia-Eng
   
 Bibliografia
   
   

  


 Última atualização da página: 04/12/2020