Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese
Sondagem
Qual a sua área de modelismo preferida?
Militar aéreo
Militar terrestre
Militar naval
Civil aéreo
Civil terrestre
Civil naval
Ficção
Outro
Ver Resultados

Rating: 4.1/5 (3172 votos)

ONLINE
1




Partilhe esta Página



 

PARCERIA


Os administradores deste site aceitam propostas de parceria para análise.

 


AJUDE A MANTER ESTE PROJETO

Donativos


click here


Total de visitas: 402502
P&H - M-10 Tank Destroyer
P&H - M-10 Tank Destroyer

M-10 Tank Destroyer (Wolverine / Achilles)

- Veículo anticarro - E.U.A (1942) -

M10 Tank Destroyer

Raymond Douglas Veydt [CC BY-SA 3.0, GFDL or Attribution], from Wikimedia Commons


País de origem Fabricante
 E.U.A. Fisher Body divisão da General Motors
Ford Motor Company
Produção total Produção
+/- 6 406 veículos  Setembro de 1942 a Dezembro de 1943
Período Histórico Principais utilizadores
2ª Guerra mundial e Guerras Israelo-árabes  E.U.A.

 


RESUMO HISTÓRICO


Com o início da 2ª Guerra Mundial, o mundo assistiu à tática militar Blitzkrieg ou guerra-relâmpago implementada pelo exército alemão. Assim, o exército dos Estados Unidos da América, sabendo que muito provavelmente viria a entrar nesse conflito, começou a desenvolver um plano que conseguisse fazer frente a essa tática militar e assim derrotar as formações blindadas alemãs.

Esse plano consistia na utilização de veículos anticarro fortemente armados e disponibilizados em grande número por forma a anular o rápido avanço das formações inimigas. No entanto, para isso eram necessários veículos anticarros e foi com base nessa necessidade que surgiu o primeiro modelo de caça-tanques americano: o M10.

O M10 baseou-se no chassi do carro de combate Sherman M4, daí ter uma silhueta e capacidades muito idênticas. Isso garantia fiabilidade mecânica, uma vez que se tratava de um chassi amplamente testado, e rapidez de fabrico uma vez que as linhas de montagem já existiam. Foi equipado com uma peça M7, de 3 polegadas – 76,2mm, desenvolvida a partir de uma peça antiaérea instalada numa torreta giratória. Essa peça era superior às de 75mm padrão que equipavam o Sherman e tinha a capacidade de penetrar grande parte das blindagens alemãs, mesmo a distâncias consideráveis. O M10 possuía uma blindagem ligeira, já que não tinha sido concebido para combates de proximidade.

No entanto, combinando a blindagem angulada do Sherman (ainda que ligeiramente inferior aos padrões da guerra), a velocidade de um tanque médio e um poderoso canhão, fizeram do M10 o veículo americano mais significativo no combate às divisões Panzer na Europa.

A produção iniciou-se em setembro de 1942 e prologou-se simplesmente até dezembro de 1943 sendo, no entanto, produzidas mais de 6000 unidades.

Com a entrada dos Estados Unidos da América na guerra constatou-se que o plano original de utilizar massivamente batalhões de peças anticarro separados de outras unidades não era eficaz e grande parte dos M10 começaram a ser usados como carro de assalto ou a atuar conjuntamente com o tanque médio Sherman.

Contudo, o M10 continuou em serviço até ao final da guerra, mas o seu tamanho e a gradual perda de eficácia do seu canhão reduziram a sua utilidade.

O M10 por vezes também é designado por “Wolverine” (ou Carcaju, um animal que enfrenta predadores maiores, apropriado para um tanque médio que lutava contra tanques pesados como os Panther e Tiger). Apesar disso, é amplamente aceite entre os historiadores que essa designação foi uma atribuição no pós guerra já que durante a 2ª Guerra Mundial apenas há referência à designação de “TD” (de tank destroyer, em inglês), no entanto essa designação também era partilhada por caça-tanques subsequentes como o M18 e o M36.

O M10 teve uma versão inglesa que se designou de Achilles. Esse, em termos de desempenho era em tudo idêntico ao Wolverine, no entanto estava equipado com o canhão britânico QF 17, indiscutivelmente o melhor canhão antitanque utilizado pelos aliados durante a 2ª Guerra Mundial, o que lhe conferia maior eficácia que o existente na versão americana.

 


 

VARIANTES E VERSÕES


M10
- Veículo anticarro - 

 

Alçado Lateral
Alçado Superior Alçado Frontal Alçado Inferior 

 

Guarnição Comprimento Largura Altura
5.97 m (s/canhão)
6.83 m (c/canhão)
3.05 m 2.57 m (s/metralhadora)
2.89 m (c/metralhadora)
Peso Velocidade máxima (Estrada) Velocidade máxima (Campo) Capacidade de combustível / Autonomia
29 937 Kg 51 km/h  km/h 625 Litros / 300 Km
Blindagem Passagem a vau Obstáculos verticais Trincheiras
9.5 - 57.2 mm 0.91 m 0.46 m 2.26 m
Motorização
2 motores diesel General Motors 6046 de 6 cilindros com 375 cv ( 280 kW) (cada)
Armamento
Principal: 1 canhão M7 de 76.2 mm
Secundário/Proteção: 1 metralhadora Browning de 12.7 mm

 

RESUMO DA VARIANTE/VERSÃO


Texto justificado

 


PROFILES


   
   

 


M10A1
- Veículo anticarro - 

 

Alçado Lateral
Alçado Superior Alçado Frontal Alçado Inferior 

 

Guarnição Comprimento Largura Altura
5.97 m (s/canhão)
6.83 m (c/canhão)
3.05 m 2.57 m (s/metralhadora)
2.89 m (c/metralhadora)
Peso Velocidade máxima (Estrada) Velocidade máxima (Campo) Capacidade de combustível / Autonomia
29 030 Kg 51 km/h  km/h 727 Litros / 260 Km
Blindagem Passagem a vau Obstáculos verticais Trincheiras
9.5 - 57.2 mm  m  m  m
Motorização
1 motor Ford GAA V8 com 450 cv (336 kW)
Armamento
Principal: 1 canhão M7 de 76.2 mm
Secundário/Proteção: 1 metralhadora Browning de 12.7 mm

 

RESUMO DA VARIANTE/VERSÃO


Texto justificado

 


PROFILES


   
   

 


INFORMAÇÃO ADICIONAL


 Sites e Blogs
Wikipedia - Eng      
       
 Bibliografia
Carros de Combate Blindados  Cover_MMI_125
Carros de Combate Blindados - Editorial Estampa Airfix Model World - Issue 79 - 06/2017 Model military international - Issue 124 - 08/2016 T.M.M.I. - Issue 287 - September 2019

  


 Última atualização da página: 18/10/2018