SITE DEDICADO AO MUNDO DO MODELISMO ESTÁTICO & MILITARIA

Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese
Sondagem
Qual a sua área de modelismo preferida?
Militar aéreo
Militar terrestre
Militar naval
Civil aéreo
Civil terrestre
Civil naval
Ficção
Outro
Ver Resultados

Rating: 4.1/5 (3716 votos)

ONLINE
2




Partilhe esta Página



 

 

PARCERIA


Os administradores deste site aceitam propostas de parceria para análise.

 


AJUDE A MANTER ESTE PROJETO

Donativos

 




Total de visitas: 486642
P&H - De Havilland DH 106 Comet
P&H - De Havilland DH 106 Comet

 

de Havilland DH.106 Comet

 
- Avião de transporte civil - Reino Unido (1952) -

Resumo Histórico Especificações Versões & Variantes Principais Utilizadores Historial Galeria Videos Profiles Fontes
Descrição Gerais
                   

  de Havilland DH.106 Comet  

Link original: BEA_De_Havilland_DH-106_Comet_4B_Manteufel.jpg: Ralf Manteufelderivative work: Altair78 (GFDL 1.2, GFDL 1.2 or GFDL 1.2), via Wikimedia Commons

     

RESUMO HISTÓRICO


O Havilland DH 106 Comet, ou simplesmente Comet, foi um avião comercial, construído pela empresa aeronáutica inglesa de Havilland, que ficou para história como o primeiro avião comercial propulsionado por motores a jato.

O Comet possuía quatro reatores embutidos nas asas e realizou o seu primeiro voo a 27 de julho de 1949 e em 1952, a companhia aérea inglesa BOAC - British Overseas Airways Corporation assumiu o serviço aéreo regular com o Comet 1, tendo realizado o primeiro voo entre Londres e Joanesburgo.

O Comet foi o primeiro avião a propiciar o glamour e conforto da era a jato, cobiçada pelas principais companhias aéreas da época, tais como a Pan-Am, a BOAC e a TWA. No entanto, em 1954, ocorrem dois acidentes fatais, causando a desintegração dos dois aparelhos, um da BOAC e outro da South African Airlines, na época subsidiaria da BOAC. Todos os aparelhos foram proibidos de voar novamente até que se encontrassem as causas que originaram esses acidentes.

O inquérito realizado veio demonstrar várias falhas associadas ao projeto, algumas delas até então desconhecidas. Por um lado, ao voarem a grandes altitudes, os aviões eram sujeitos a grandes oscilações térmicas que eram agravadas pelo sistema de pressurização e, por outro, porque as janelas quadradas e as entradas das antenas do rádio sofriam maior pressão, ocasionando microrroturas, que se agravavam durante o voo levando à fadiga do material, com as consequências drásticas que daí advinham.

Com o Comet 4, que realizou o primeiro voo a 27 de abril de 1958, todas as falhas foram resolvidas e este era um avião seguro. De entre as alterações mais visíveis destacam-se as janelas redondas, como é habitual na maioria dos jatos atuais, porém o Comet tinha a sua fama arruinada e a de Havilland não conseguiu suportar a concorrência do Boeing 707 e do Douglas DC 8.

Assim, aquele que parecia um avião com um futuro promissor foi retirado do uso comercial. No entanto, não foi propriamente o seu fim já que, mediante grandes alterações ao projeto original, começou a ser operado pelos militares sob a designação de Hawker Siddeley Nimrod.

 

  de Havilland DH.106 Comet  

Esquema B&W: Kaboldy, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons


ESPECIFICAÇÕES


DESCRIÇÃO

País de origem Fabricante
Reino Unido de Havilland
Tipologia de missão / Função
Avião de transporte civil
Projeto antecedente Desenvolvido em
  Hawker Siddeley Nimrod
voo Introduzido
27 de julho de 1949 2 de maio de 1952
Período de produção Aposentado
1949 – 1964 14 de março de 1997 (Comet 4C)
Design Quantidade produzida
  114 aparelhos (incluindo protótipos)
Custo unitário Variantes
Comet 1: £ 275 mil (1952)  
Período histórico
 

CARACTERÍSTICAS GERAIS

Comprimento Envergadura Altura Superfície alar
28 m (Comet 1)
29,29 m (Comet 2)
33,99 m (Comet 3 e 4)
35 m (115 ft) 8,99 metros (29,5 ft), incluindo a cauda 187, m2 (Comet 1, 2 e 3)
197 m2 (Comet 4)
Peso vazio Peso carregado Peso máximo à descolagem Teto máximo
 Kg  Kg 50 000 Kg (Comet 1)
54 000 Kg (Comet 2)
68 000 Kg (Comet 3)
71 000 Kg (Comet 4)
13 000 m (Comet 1 e 2)
14 000 m (Comet 3)
13 000 m (Comet 4)
Velocidade Máxima (Vno) Velocidade de cruzeiro Autonomia bélica Autonomia (MTOW)
 Km/h 740 Km/h (Comet 1)
790 Km/h (Comet 2)
840 Km/h (Comet 3 e 4)
 Km 2 400 Km (Comet 1)
4 200 Km (Comet 2)
4 300 Km (Comet 3)
5 190 Km (Comet 4)
Regime de subida Carga alar Potência/Peso Alongamento
 m/s  Kg/m2  kW/Kg 6.54 (Comet 1, 2 e 3)
6.22 (Comet 4)
Tripulação / Capacidade
4 (piloto, copiloto, engenheiro de voo e operador de rádio/navegação) + 36–44 (Comet 1 e 2) / 58–76 (Comet 3) / 56–81 (Comet 4)
Motorização
Comet 1
4 Turbojatos Halford H.2 Ghost 50 com 2 240 quilogramas-força (22 000 newtons) de empuxo
Comet 2
4 Turbojatos Rolls-Royce Avon Mk 503/504 com 3 160 quilogramas-força (31 000 newtons) de empuxo
Comet 3
4 Turbojatos Rolls-Royce Avon Mk 502/521 com 4 490 quilogramas-força (44 000 newtons) de empuxo
Comet 4
4 Turbojatos Rolls-Royce Avon Mk 524 com 4 790 quilogramas-força (47 000 newtons) de empuxo
Armamento / Carga bélica
 

VARIANTES E VERSÕES


Designação do aparelho (Variante/Versão)
- Tipo de Avião - 
Texto
 

PRINCIPAIS UTILIZADORES


Reino Unido

HISTORIAL


Texto

Aviões de comparável missão, configuração e época

       
       

GALERIA


     

VIDEOS


     

PROFILES


     

INFORMAÇÃO ADICIONAL / FONTES


 Sites e Blogs
Wikipedia-Pt Wikipedia-Eng
   
 Bibliografia
   
   

  


 Última atualização da página: 06/02/2022