Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese
Sondagem
Qual a sua área de modelismo preferida?
Militar aéreo
Militar terrestre
Militar naval
Civil aéreo
Civil terrestre
Civil naval
Ficção
Outro
Ver Resultados

Rating: 4.0/5 (2410 votos)

ONLINE
3




Partilhe esta Página



 

PARCERIA


Os administradores deste site aceitam propostas de parceria para análise.

 


  

EXPOSIÇÕES NACIONAIS


OS MEUS KITS

ÚLTIMO TRABALHO REALIZADO


MILITARIA

ÚLTIMO AVIÃO A HÉLICE INTRODUZIDO/ATUALIZADO

North American & Rockwell OV-10 Bronco

Rockwell OV-10 Bronco

Cessna AT-17 Bobcat

Cessna AT-17 Bobcat

Lockheed PV-2 Harpoon

Lockheed PV-2 Harpoon

Junkers J 21

Junkers J 21


ÚLTIMO AVIÃO A REATOR INTRODUZIDO/ATUALIZADO 

Beriev A-50

Beriev A-50

DFS 228

DFS 228


ÚLTIMO HELICÓPTERO
INTRODUZIDO/ATUALIZADO

AgustaWestland EH-101 Merlin

AgustaWestland EH-101 Merlin


ÚLTIMO VEÍCULO SOBRE LAGARTAS INTRODUZIDO/ATUALIZADO

Churchill tank

Churchill tank


ÚLTIMO VEÍCULO SOBRE RODAS INTRODUZIDO/ATUALIZADO

Semilagarta M5

Semilagarta M5


 

AJUDE A  MANTER ESTE PROJETODonativos



Total de visitas: 272711
P&H - NORTH AMERICAN & ROCKWELL OV-10 BRONCO
P&H - NORTH AMERICAN & ROCKWELL OV-10 BRONCO

North American & Rockwell OV-10 Bronco

- Avião Contraguerrilha e observação noturna - E.U.A. (1969) -

Resumo Histórico Especificações Versões & Variantes Principais Utilizadores Historial Galeria Videos Profiles Fontes
Descrição Gerais
                   

NORTH AMERICAN & ROCKWELL OV-10 BRONCO 

Link original: By Service Depicted: Air ForceCamera Operator: TSGT BILL THOMPSON (ID:DFST8505744) [Public domain], via Wikimedia Commons


RESUMO HISTÓRICO


O North American & Rockwell OV-10 Bronco é um avião de reconhecimento bimotor, com asa alta e empenagem dupla.

A fuselagem tem a forma de uma vagem central, ao passo que os dois motores se prolongam nos suportes da empenagem vertical, unidos no topo pelo estabilizador horizontal. Este avião destinava-se a missões de reconhecimento armadas, prestando-se, além disso, para transportes de cargas ligeiras e serviços de ambulância aérea.

 

Designação do aparelho

Esquema B&W


ESPECIFICAÇÕES


DESCRIÇÃO

País de origem Fabricante
E.U.A North American & Rockwell
Tipologia de missão / Função
 
Projeto antecedente Desenvolvido em
   
voo Introduzido
16 de julho de 1965 Outubro de 1969
Período de produção Aposentado
   
Design Quantidade produzida
   aparelhos
Custo unitário  
   
Período histórico
Guerra do Vietname e guerra do Golfo

CARACTERÍSTICAS GERAIS - OV-10/D e OV-10D+ (Super Bronco)

Tripulação Comprimento Envergadura Altura
2 13.41 m 12.19 m 4.62 m
Superfície alar Peso vazio Peso máximo à descolagem Teto máximo
27.03 m2 3 127 Kg 6 522 Kg 9 145 m
Velocidade Máxima (Vno) Velocidade de cruzeiro Autonomia Autonomia máxima
463 Km/h  Km/h 367 Km  Km
Regime de subida Carga alar Potência/Peso Alongamento
 m/s Kg/m2 W/Kg  
Motorização
2 motores turbo-hélices Garet T-76-G-420/421 de 776 kW.
Hélices
 
Armamento / Carga bélica
5 pontos de fixação para armamento diverso, mais duas fixações subalares com capacidade para 272 Kg de bombas, depósitos de combustível ou misseis Sidewinder; quatro metralhadoras M60 de 7,62 mm.

VARIANTES E VERSÕES


YOV-10A
- Protótipo - 

Foram construídos 7 protótipos que se denominaram YOV-10A . O primeiro deles voou a 16 de julho de 1965.

Em consequência dos resultados nos testes, a North American foi obrigada a rever significativamente o projeto inicial, atrasando em quase dois anos as primeiras entregas dos aparelhos em condições operacionais. Entre as alterações realizadas destaca-se o aumento da envergadura de 9.52 metros para 12.38 metros.

 
OV-10/A
- Tipo de aparelho -
O primeiro voo desta versão realizou-se em 15 de agosto de 1966 e em pouco mais de um ano e meio já operava no Vietname, ao serviço dos Marines, US Navy e USAF. Esta última encomendou 157 OV-10A para substituir os Cessna O-1 Bird Dog nas missões de FAC (Forward Air Control - Controlo Aéreo Avançado).
 
 
OV-10/B
- Tipo de aparelho -
A Alemanha comprou 18 destes aparelhos e utilizando-os como rebocadores de alvos. Doze deles eram OV-10 B(Z) equipados com um turborreator na fuselagem para se obter um aumento de velocidade de 160 Km/h.
 
OV-10/D e OV-10D+ (Super Bronco)
- Tipo de aparelho -

Esta versão nasceu nos anos 70, a partir de um projeto das Marines, para reforçar a capacidade de ataque noturno. Estava equipado com motores mais potentes (Garret T76 G-420 de 776 kW), um FLIR e um indicador laser numa torre dianteira.

Este aparelho foi usado nas guerras do Golfo, mas não na fase inicial, pois foi considerado ser muito vulnerável a ataques, sobretudo, os realizados pelo míssil SA-7.

 

PRINCIPAIS UTILIZADORES


País:   E.U.A.; Alemanha

HISTORIAL


Em finais dos anos 50, os EUA perceberam que não estavam adequadamente equipados para os chamados “conflitos de baixa intensidade” que eram cada vez mais frequentes. Até esta época, os aviões de combate caracterizavam-se por serem cada vez mais rápidos, maiores, mais complexos e mais caros. Este novo projecto veio romper com o conceito promovido até então, desenvolvendo-se no sentido de dar corpo à necessidade de criar um avião de observação que se mantivesse sobre o terreno, junto às tropas para lhes dar apoio, se necessário. A necessidade de um aparelho com estas características era enorme já que os EUA estavam cada vez mais envolvidos na guerra do Vietname e os helicópteros ainda não tinham o papel e importância, em termos militares, que viriam a adquirir com este conflito.

O avião “North American & Rockwell OV-10 Bronco” nasceu de um estudo realizado em 1959, depois de um pedido do US Marine Corps para o desenvolvimento de um avião de reconhecimento aéreo avançado e de luta contraguerrilha. Pretendia-se que fosse capaz de voar devagar, a baixa altitude, que fosse resistente, manobrável e equipado com armamento ligeiro. O pedido original tinha em mente um aparelho que não tivesse necessidade de grandes infraestruturas logísticas e que pudesse utilizar pistas de descolagem sem grandes condições ou mesmo estradas. Também em 1961, a USAF compreendeu a necessidade de um aparelho para as operações COIN (Counter INsurgency – Missões de contraguerrilha) e apoiou a ideia de um avião barato, fácil de manter e de pilotar.

Os requisitos foram imediatamente condensados um projeto conjunto conhecido como LARA (Light Armed Reconnaissance Airplane - Avião Ligeiro de Reconhecimento Armado), que também seria utilizado pelo US Army.

Ao concurso de adjudicação, aberto pela US Navy, concorreram onze empresas, saindo vencedor, em agosto de 1964, o projeto NA-300 da firma North American.

O projeto NA-300, mais tarde designado por OV-10 Bronco, era algo insólito, existindo poucos aparelhos comparáveis. Caraterizava-se por estar munido de uma grande carlinga em vidro, à prova de bala, que proporcionava uma excelente visibilidade. Tinha uma estreita fuselagem blindada, em gondola bilugar,  que permitia o posicionamento dos dois membros da tripulação em assentos ejetáveis em tandem. Para além de estar equipado com dois turbo-hélice, a sua asa era alta.

No compartimento posterior do cockpit existia um compartimento que permitia levar 5 paraquedistas, ou 2 macas e um enfermeiro, para missões de salvamento / evacuação ou até 1500 Kg de carga. O OV-10 podia ainda ser utilizado para infiltrar unidades especiais lançadas de para-quedas a baixa altitude. Para isso retira-se a porta traseira.

A asa tem um formato retangular e aloja 976 litros de combustível. Existem duas gondolas com motores acoplados a duas vigas que se estendem até à traseira do aparelho. Cada uma delas tem um leme vertical ligado a um enorme estabilizador horizontal. Esta dupla fuselagem permite ao aparelho continuar a voar mesmo que um motor ou um leme seja danificado pelo fogo inimigo. A configuração alta das asas e dos motores permitem salvaguardar danos aquando da utilização de pistas improvisadas e melhorar, ainda mais, a visão sobre o terreno. Outra grande vantagem desta configuração é a facilidade de acesso aos motores por parte dos técnicos.

Os motores accionam hélices tripá Hamilton de sentidos opostos, permitindo eliminar o efeito de torque e facilitar a descolagem do avião.

Foi vendido a vários países, nomeadamente às Filipinas, a Marrocos, à Tailândia e à Venezuela, que o têm utilizado em diversos conflitos regionais.

Contudo, o OV-10 Bronco não é só utilizado para missões militares. A NASA comprou alguns aparelhos para efetuar testes de diversos equipamentos, nomeadamente, avaliação de dispositivos alares (como os flaps cilíndricos que consistem num sistema cilíndrico que substitui as clássicas superfícies móveis), bem como avaliação do ruído das hélices e dos motores.

São também usados pelos serviços florestais como aviões de combate a incêndios e pelo gabinete de gestão do território, bem como pelo gabinete do controlo do álcool, do tabaco e das armas de fogo.


GALERIA


   

VIDEOS


   

PROFILES


   

INFORMAÇÃO ADICIONAL / FONTES


 Sites e Blogs
Wikipedia-Eng Military Factory Warbird Alley Air Vectors Pinterest
Armas Militares AirWar.ru      
 Bibliografia
 Aviões de guerra_mini  Aviões-TPM      
Aviões de Guerra Aviões - Tecnologia de ponta e mobilidade      

  


 Última atualização da página: 18/07/2020