SITE DEDICADO AO MUNDO DO MODELISMO ESTÁTICO & MILITARIA

Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese
Sondagem
Qual a sua área de modelismo preferida?
Militar aéreo
Militar terrestre
Militar naval
Civil aéreo
Civil terrestre
Civil naval
Ficção
Outro
Ver Resultados

Rating: 4.1/5 (3716 votos)

ONLINE
1




Partilhe esta Página



 

 

PARCERIA


Os administradores deste site aceitam propostas de parceria para análise.

 


AJUDE A MANTER ESTE PROJETO

Donativos

 




Total de visitas: 486677
P&H - HARRIER
P&H - HARRIER

 

 

Hawker-Siddeley Harrier GR7 / GR9
McDonnell Douglas AV-8B Harrier II

 
- Avião caça-bombardeiro - E.U.A. / Reino Unido (1985) -

Resumo Histórico Especificações Versões & Variantes Principais Utilizadores Historial Galeria Videos Profiles Fontes
Descrição Gerais
                   

  Harrier GR3   SeaHarrier
  I, MilborneOne, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons   Andrew P Clarke, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons

 


RESUMO HISTÓRICO


O Hawker-Siddeley Harrier (atualmente BAe Harrier ou Boeing AV-8B Harrier) foi o primeiro avião de combate V/STOL (Vertical/Short Takeoff and Landing) a ser produzido em serie e a entrar em operecionalmente em combate. Foi o único projeto VTOL verdadeiramente bem-sucedido dos muitos que surgiram após finais da década de 1950 até inícios da de 1970.

Emergiu do programa experimental P.1127/Kestrel iniciado autonomamente pela Hawker Siddeley nos finais da década de 1950 e seria introduzido na RAF a partir de abril de 1969, como corolário de uma sequência de acontecimentos mais ou menos afortunados.

Uma dessas afortunadas sequências de eventos conduziu à sua adaptação para uso naval pela Fleat Air Arm da Royal Navy, de onde emergiu o Sea Harrier, cuja atuação foi essencial para a vitória britânica na guerra das Falklands (Malvinas) em 1982.

Embora sofrendo inicialmente de uma serie de limitações de desempenho, insuficiente raio de combate e reduzida capacidade de carga bélica, tornar-se-ia um trunfo importante nas unidades de primeira linha da RAF e USMC (US Marine Corps).

In: https://asasdeferro.blogspot.com/2018/08/hawker-siddeley-bae-harrier.html

 

  Designação do aparelho  

Esquema B&W: 


ESPECIFICAÇÕES


DESCRIÇÃO

País de origem Fabricante
E.U.A. / Reino Unido McDonnell Douglas / British Aerospace / Boeing / BAE Systems
Tipologia de missão / Função
Avião caça-bombardeiro
Projeto antecedente Desenvolvido em
   
voo Introduzido
AV-8B: 5 de Novembro de 1981
BAe Harrier GR5: 30 de Abril de 1985
YAV-8B: 9 de novembro de 1988
Janeiro de 1985
Período de produção Aposentado
1981 - 2003  
Design Quantidade produzida
  AV-8B: 337 aparelhos (excluindo o YAV-8B)
Custo unitário Variantes
US$24-30 milhões (1996)  
Período histórico
 

CARACTERÍSTICAS GERAIS - AV-8B Harrier II Plus

Comprimento Envergadura Altura Superfície alar
14,12 m (46 ft)   9,25 m (30 ft) 3,55 m (12 ft) 22,61 m² (243 ft²)
Peso vazio Peso carregado Peso máximo à descolagem Teto máximo
6 340 kg (14 000 lb)  Kg 14 100 kg (31 100 lb) em decolagem horizontal
9 415 kg (20 800 lb) em decolagem vertica
 m
Velocidade Máxima (Vno) Velocidade de cruzeiro Autonomia bélica Autonomia (MTOW)
1 083 km/h (673 mph / 0.9 Ma)  Km/h 556 km (345 mi) 2 200 km (1 370 mi)
Regime de subida Carga alar Potência/Peso Alongamento
0,074 m/s 460,4 kg/m²  kW/Kg  
Tripulação
 
Motorização
1 turbofan Rolls-Royce F402-RR-408 com um empuxo pde 10 700 kgf (23 600 lbf) (105 kN)
Armamento / Carga bélica
Metralhadoras / Canhões
1 canhão General Dynamics GAU-12 Equalizer 25 mm (0,984 in) tipo gatling de 5 canos
Foguetes / Misseis / Bombas
 

VARIANTES E VERSÕES


FRS1
Os primeiros FRS1 entraram ao serviço da RAF em 1978
 
HARRIER T4N
É uma versão de dois lugares do Harrier T2. É um caça de treino
 
SEA HARRIER FRS51
É um monolugar de reconhecimento e ataque, equipado com mísseis ar-ar Matra R550 Magic
 
HARRIER T60
Nova versão do bilugar T4N destinado à Marinha da União Indiana
 
SEA HARRIER FA2
Atualização do FRS2. Primeiro avião do Reino Unido com capacidade para transportar mísseis AIM-120 AMRAAM
 
HARRIER T8
Retirados do serviço em Março de 2006. Trata-se de unidades T4 com alterações e atualizadas com os instrumentos do FA2
 

PRINCIPAIS UTILIZADORES


País:  Resumo

HISTORIAL


O Harrier é um avião de descolagem vertical anulando assim o inconveniente dos aeroportos que são facilmente detetáveis pelo inimigo que os pode destruir ou danificar tornando deste modo inoperacionais as aeronaves ali estacionadas.

Qualquer troço de estrada, clareira improvisada de pista, simples estruturas portáteis ou pequeno porta-aviões, servem para que possa descolar e aterrar, podendo, assim, devidamente camuflados, lançar ataques de surpresa muito próximo das linhas do inimigo.

É claro que a descolagem vertical tem o inconveniente de consumir muito combustível o que se traduz logo numa diminuição da capacidade de suportar grande carga bélica, mas até este inconveniente pode ser contrariado através de uma pequena pista com uns escassos 300 metros de comprimento.

A McDonnell Douglas desenvolveu o AV-8B Harrier II que pode transportar o dobro da carga bélica e possui um sistema computorizado de localização dos alvos com extrema precisão e, em ataque noturno possuem um visor infravermelho de exploração frontal.

Na carga bélica deste avião poderemos encontrar mísseis ar-superfície MAVERICK com alcance de 24 Km; bombas de cacho CBU incendiárias ou explosivas; bombas GP de queda livre MARK 83 cuja orientação pode ser equipada com sistema de laser; lança-rockets LAU-97 de grande poder explosivo e com um alcance de 5 Km e mísseis ar-ar SIDEWINDER com sistema de auto busca por infravermelhos e um alcance de 7,5 Km.

Este avião suporta acelerações da ordem de 7g, carregado, tem um raio de combate que depende da carga bélica mas que ronda os 100/200 Km e uma autonomia de cerca de 3600 Km se recorrer a depósitos auxiliares nas asas.

ALGUMAS MISSÕES

Em 1969 entra na defesa da NATO, ao serviço da RAF;

Em 1975 estão no Belise como dissuasores de uma invasão por parte da Guatemala;

Em 1982 têm o seu batismo de fogo na guerra das Malvinas onde os Sea Harrier ao descolarem das cobertas de porta-aviões conseguiram façanhas impossíveis de imaginar com quaisquer outros caças;

Em 1991 foram protagonistas de mais de 3000 missões na guerra do Golfo, onde lançaram mais de 3000 toneladas de bombas, rockets e mísseis.

 

Aviões de comparável missão, configuração e época

       
       

GALERIA


   

VIDEOS


   

PROFILES


   

INFORMAÇÃO ADICIONAL / FONTES


Sites e Blogs
Wikipedia-Pt Wikipedia-Eng    
Sites e Blogs - Sea Harrier
Wikipedia-Pt Wikipedia-Eng    
 Bibliografia - Livros
Aviões de guerra Aviões-TPM    
 Aviões de Guerra Aviões - Tecnologia de ponta e mobilidade    
 Bibliografia - Revistas
 
Airfix Model World - Issue 07 - 06/2011 Airfix Model World - Issue 20 - 07/2012 Airfix Model World - Issue 37 - 12/2012 Airfix Model World - Issue 55 - 06/2015
 
Airfix Model World - Issue 56 - 07/2015 Model Airplane International - Issue 31 - 02/2008 Model Airplane International - Issue 127 - 02-2016  Model Airplane International - Issue 168 - 07/2019
     
Model Airplane International - Issue 54 - 01/2010      

  


 Última atualização da página: 13/08/2021