SITE DEDICADO AO MUNDO DO MODELISMO ESTÁTICO & MILITARIA

Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese
Sondagem
Qual a sua área de modelismo preferida?
Militar aéreo
Militar terrestre
Militar naval
Civil aéreo
Civil terrestre
Civil naval
Ficção
Outro
Ver Resultados

Rating: 4.1/5 (3716 votos)

ONLINE
7




Partilhe esta Página



 

 

PARCERIA


Os administradores deste site aceitam propostas de parceria para análise.

 


AJUDE A MANTER ESTE PROJETO

Donativos

 




Total de visitas: 486566
P&H - GRUMMAN F6F HELLCAT
P&H - GRUMMAN F6F HELLCAT

Grumman F6F Hellcat

- Caça monolugar embarcado / Interceptador - E.U.A. (1943) -

Resumo Histórico Especificações Versões & Variantes Principais Utilizadores Historial Galeria Videos Profiles Fontes
Descrição Gerais
                   

GRUMMAN F6F Hellcat 

Link original: By USN [Public domain], via Wikimedia Commons

   

RESUMO HISTÓRICO


O Grumman F6F Hellcat foi um avião de caça embarcado, monomotor de asa baixa, utilizado na 2ª Guerra Mundial, tendo sido concebido para substituir o F4F Wildcat, na Marinha dos Estados Unidos.

Começou a ser planeado ainda antes do ataque a Pearl Harbour e, em meados de 1943, começou a ser operado a partir de porta-aviões como caça-bombardeiro, acabando por se tornar no caça dominante da Marinha dos Estados Unidos, na segunda metade da Guerra do Pacífico, superando inclusive o mais rápido Vought F4U Corsair, que apresentava problemas relacionados com a aterragem em porta-aviões.

Alimentado por um Pratt & Whitney R-2800 Double Wasp de 2 000 cv, o mesmo motor usado nos caças Vought F4U Corsair e Republic P-47 Thunderbolt, o F6F tinha um design totalmente novo, ainda que parecido com o do Wildcat em muitos aspetos. Alguns observadores militares marcaram o Hellcat como o "irmão mais velho do Wildcat".

O F6F fez a sua estreia em combate em setembro de 1943 e mostrou ser capaz de superar o A6M Zero, bem como ajudar a garantir a superioridade aérea no teatro do Pacífico. Para além da missão de caça, acabou por desempenhar muitas outras missões, nomeadamente a de ataque a alvos terrestres, reconhecimento, patrulhamento e caça noturno.

Aos Hellcat é creditada a destruição total de 5 223 aviões inimigos, enquanto ao serviço da Marinha dos EUA, US Marine Corps e Royal Navy Fleet Air Arm. Isso foi mais do que qualquer outro avião naval Aliado conseguiu.

Foram fabricadas cerca de 12 500 unidades, algumas das quais permaneceram ao serviço até finais da década de 50.

 

 Grumman F6F

Esquema B&W: Kaboldy, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons


ESPECIFICAÇÕES


DESCRIÇÃO

País de origem Fabricante
E.U.A. Grumman Aircraft Engineering
Tipologia de missão / Função
 
Projeto antecedente Desenvolvido em
   
voo Introduzido
26 de junho de 1942 1943
Período de produção Aposentado
1942 - 1945  
Design Quantidade produzida
  12 275 aparelhos
Custo unitário  
   
Período histórico
2ª Guerra mundial e Guerra da Indochina

CARACTERÍSTICAS GERAIS - F6F-5

Tripulação Comprimento Envergadura Altura
1 10.34 m 13.06 m 3.99 m
Superfície alar Peso vazio Peso máximo à descolagem Teto máximo
31 m2 4 190 kg 6 990 kg 11 370 m
Velocidade Máxima (Vno) Velocidade de cruzeiro Autonomia Autonomia máxima
621 km/h  Km/h  Km   1 520 km
Regime de subida Carga alar Potência/Peso Alongamento
 m/s Kg/m2 W/Kg  
Motorização
1 motor a pistão radial Pratt & Whitney R-2800-10W "Double Wasp" com 2 200 cv
Hélices
 
Armamento / Carga bélica
  6 metralhadoras M2 Browning .50 de 12,7 mm ou 2 canhões de 20 mm e 4 metralhadoras M2 Browning .50 de 12,7 mm

VARIANTES E VERSÕES


XF6F-1, XF6F-2, XF6F-3, XF6F-4, XF6F-6
Protótipos
Modelos experimentais ou protótipos
 
Grumman F6F-3
- Caça monolugar embarcado / Interceptador -
Primeiro modelo de produção do qual foram construídos 4.402 exemplares
 
Grumman F6F-3E
Caça noturno -
Versão caça noturno, equipado com radar
 
Grumman F6F-3N
Caça noturno -
Versão caça noturno mal recebido pela tripulação que considerava que o radar degradava o seu desempenho na medida em que a velocidade tinha sido reduzida em 32Km/hora
 
Grumman F6F-3P
Avião de reconhecimento -
Avião de reconhecimento
 
Grumman F6F-5
Caça monolugar embarcado / Interceptador -
Segunda versão de produção, melhorada, com 7.870 unidades fabricadas
 
Grumman F6F-5N
Caça noturno -
Versão noturna do F6F-5
 
Grumman F6F-5K
-  -
Construídos para servir como alvos aéreos
 
Grumman F6F-5D
-  -
Avião de controlo de alvos aéreos
 

PRINCIPAIS UTILIZADORES


País:   E.U.A.; Grã-Bretanha, França e Uruguai

HISTORIAL


O Grumman F6F Hellcat foi um caça norte-americano projetado para operar a partir de porta-aviões durante a 2ª guerra mundial, tendo sido concebido para substituir o Grumman F4F Wildcat na Marinha dos Estados Unidos já que este caça era manifestamente inferior aos caças nipónicos. Assim, em 30 de junho de 1941, foi feito à Grumman, pelo Bureau of Aeronautics, um pedido para desenvolver um novo avião. Este pedido aconteceu seis meses antes do ataque japonês a Pearl Harbour e dele nasceu o Hellcat que foi o primeiro caça americano destinado especificamente a abater “Zeros”.

O projeto, da responsabilidade de Leroy Randle "Roy" Grumman e dos seus engenheiros Leon Swirbul e Bill Schwendlerb, deu origem a um avião de aparência muito semelhante ao Grumman F4F Wildcat. No entanto, era um avião completamente novo, ao invés de um F4F melhorado. Tratava-se de um avião médio, bastante ágil e resistente. Estava bem armado e tinha excelente proteção para o piloto. Para o seu desenvolvimento muito contribuíram os estudos realizados pela Grumman, na sua sede nos Estados Unidos, a um Mitsubishi A6M Zero capturado, praticamente intacto, nas ilhas Aleutas. O Grumman F6F Hellcat dispunha do mesmo motor radial a pistão Pratt & Whitney Pratt & Whitney R-2800-10W de 18 cilindros que equipava os caças Republic P-47 Thunderbolt e Vought F4U Corsair que, em 1942, operavam no teatro de guerra do Pacífico mas que não conseguiam superar a agilidade dos caças japoneses Mitsubishi A6M Zero e Nakajima Ki-43. A partir de 1943, com a entrada ao serviço deste novo aparelho que conseguia enfrentar em pé de igualdade os caças inimigos, apesar de não possuir a sua agilidade, é que os americanos começaram, progressivamente, a estabelecer superioridade aérea em toda a área do Pacífico.

O Hellcat foi produzido em massa a partir de 1943, chegando a atingir o incrível número de 12.275 unidades nas suas múltiplas variantes, em pouco mais de 2 anos. No entanto, o seu design era tão simples e eficiente que foi o projeto que menos modificações sofreu durante toda a 2ª guerra mundial.

O Grumman F6F Hellcat ficará na história como o avião que destruiu o poder aéreo japonês, a quem infligiu pesadas perdas por toda a zona do Pacífico e onde acabou por se tornar rei e senhor, operando a partir de porta-aviões. Ao serviço da US Navy e no USMC foram creditados, ao F6F, 5.271 abates de aviões nipónicos, número só superado pelo P 38 Lightning que derrubou mais caças nipónicos que o F6F.

Além das forcas Americanas foram equipadas com o F6F as forças aéreas da Grã-Bretanha, França e Uruguai. Neste último país só foram abatidos ao ativo em 1961 e, na França, em 1960.

No pós-guerra chegaram a ser usados como aviões telecomandados para destruir alvos no Vietname e na Coreia ou eles próprios serviram de alvo para o teste de novas armas.


GALERIA


   

VIDEOS


   

PROFILES


Grumman F6F-3
 
OTU VF-2, NAS Melbourne, Estados Unidos, Outubro de 1944   VF-8, USS Intrepid (CV-11), verão de 1943
     
 
Ens. Gordon Arthur Stanley, VF-27, USS Princeton (CVL-23), outubro de 1944   t. L. A. Edmonston, VF-34, Ilha Nissan, maio de 1944
     
 
Tenente Hamilton McWhorter, USS Essex (CV-9), março de 1944   VF-27, USS Princeton, outubro de 1944
     
   
Tenente Arthur Singer, VF-15, USS Essex, 24 a 25 de outubro de 1944    
     

INFORMAÇÃO ADICIONAL / FONTES


 Sites e Blogs
Wikipedia-Pt Wikipedia-Eng    
       
 Bibliografia
Aviões de guerra Aviões-TPM M.A.I. - ISSUE 13 - August 2006
 Aviões de Guerra Aviões - Tecnologia de ponta e mobilidade Model Airplane International - Issue 13 - 08/2006 Airfix Model World - Issue 103 - 06/2016

 


 Última atualização da página: 01/11/2020